1 de set de 2014

20 anos de Cavaleiros de Zodíaco no Brasil. Obrigado, Masami Kurumada.


Uma das primeiras lembranças que eu tenho de quando eu era criança era ver Cavaleiros do Zodíaco na Manchete. Eu tinha 5 anos de idade e eu assistia com meu pai, que sofria comigo querendo brincar de ~porradinha~ imitando o Seiya. (Pois é, quando criança eu achava o pangaré alado maneiro, me julguem) Lembro que uma das minhas primeira decepções foi alugar Os Defensores de Athena, e quando eu fui colocar o VHS pra assistir e não havia pegado. ):


Quando eu fui crescendo, conheci o Mangá. Na época ele saía pela Conrad, lá por 2002. Comecei a comprar que nem um louco, mas ainda assim não tenho todos. Mas tenho vários da primeira edição aqui em um estado bem aceitável, visto que eu era uma criança quando eu comecei a colecionar. Como eu era bem novo, só entendia as porradarias épicas e todo o sangue que o anime tinha, sem ao menos pensar que eu estava recebendo uma das maiores lições de companheirismo e amizade que uma obra ficcional poderia me entregar. Por mais que Cavaleiros seja um anime parado, ele sempre foi muito mais filosofia do que só soco e chute. (Apesar de que tem cada porradaria épica que pqp hein)


Crescer assistindo Cavaleiros do Zodíaco - e lendo também - ajudou muito na minha personalidade, e não é nenhum clichê retardado ou algo do tipo. Eu aprendi que eu deveria valorizar meus amigos acima de tudo. Se sacrificar por pessoas que você ama é a coisa mais importantes que eu aprendi assistindo o anime. Cavaleiros me ensinou a ter perseverança e que eu deveria superar todos os obstáculos que eu tiver na minha vida. Seiya e os outros sempre me mostraram que por mais que eu passasse por qualquer provação, se eu tivesse ao lado dos meus amigos, eu não deveria ter medo e deveria encarar o problema de peito aberto, por que no final eu teria meus amigos para me apoiar. Graças aos 5 Guerreiros de Bronze eu entendi o valor de ter amigos, de entender que por mais que eu me sinta fraco, sem esperanças, sem forças pra me levantar, eu sempre tenho que ter esperança. Nada vai ser mais forte do que minha força de vontade e minha coragem de continuar lutando, seja pra derrotar um inimigo ou superar algum problema na minha vida. Eu aprendi que por mais que eu caia no chão, eu tenho que continuar tentando. Cavaleiros fez parte da minha vida, me ajudou a perceber o quão importante meus amigos devem ser para mim. Sei que me sacrificar por aqueles que eu amo é a coisa certa a se fazer. Cavaleiros é um dos melhores animes que eu já vi, mesmo com todos os seus defeitos, pra mim continua sendo o maior anime de todos e o mais importante da Geração de Animes que explodiu no Brasil. Por ter sido o pioneiro, Cavaleiros tem a importância maior do que muitos gostam de admitir. Se não fosse por eles, você hoje não estaria vendo Dragonball, Pokémon ou Naruto aqui no Brasil. Foi Saint Seiya que popularizou os animes no Brasil e fez com que os dubladores se tornassem o que são no Brasil. A valorização da dublagem começou nessa época. Se hoje você é fã dos grandes dubladores, agradeça a explosão dos animes e principalmente, agradecia aos Cavaleiros do Zodíaco. Cavaleiros hoje faz 20 anos que estreou no Brasil, mas ainda assim, ele não morre no coração de quem é realmente fã. O cosmo sempre queimará para aqueles que sentiram o verdadeiro cosmo. 

Obrigado por essa maravilhosa obra, Masami Kurumada. Agradeço por ter me feito uma pessoa melhor ao descobrir sua obra, e por ela ser tão importante pra mim durante esses anos. 

comments powered by Disqus

Copyright @ 2013 HQFan Beta.

Distributed By Blogger Themes | Designed by Templateism | MyBloggerLab