4 de ago de 2014

Resenha HQ Fan - Batman: Assault on Arkham

Como vocês devem saber, a DC estava produzindo um desenho animado inspirado nos games da série Arkham, e devo dizer, é um filme... do Esquadrão Suicida.

Querem ver um filme da Morcega? Deram azar, JJotas e Renans, pois nesse filme ele não passa de um coadjuvante, e os protagonistas são só o Pistoleiro, Arlequina e o Capitão Boomerange, os únicos muros do grupo a sobreviverem até o final do filme... epa, spoiler...

O Roteirista desse filme só pode ser fã desse cara

Na trama, o Charada supostamente rasqueia o computador da Amanda Waller, então ela envia o Esquadrão Suicida ao hospício pra supostamente recuperar o que o Charada pegou. Nisso temos a Morcega atrás de uma bomba nuclear suja que o Coringa escondeu em Gotham, a Arlequina tenta usar o Pistoleiro pra fazer ciúmes no Bobo (e o pior que FUNCIONA!!!!) e a Waller, só pra variar, está escondendo o jogo.

Assim como os outros filmes atuais da DC, o grande pecado desse filme continua sendo a gratuitidade. Mortes violentas pra caralho e até patéticas de vários membros do Esquadrão, o KGBesta que o diga, fodalização exagerada do Coringa, que briga de igual pra igual com o Pistoleiro porradeiro no fim do filme, onde o Palhaço mete umas 10 facadas no cabra e ele continua vivinho da silva.

Mas acreditem ou não, o filme não é ruim. A Arlequina estava excelente no filme, sendo engraçada e criançona ao mesmo tempo que é cruel e perturbada. A rivalidade do Pistoleiro com o Boomerange também rende bons momentos, além de vários camafeus legais de personagens mostrados nos games, como o Pingüim, Bane, Hera Venenosa, Espantalho, Duas Caras e mais uma série de easter eggs que tanto divertem a nós, nerds (a Marvel sabe muuuito bem disso).

Um filme divertido, mas longe de ser perfeito.

Nota: 7,5

comments powered by Disqus

Copyright @ 2013 HQFan Beta.

Distributed By Blogger Themes | Designed by Templateism | MyBloggerLab