7 de set de 2013

Resenha de Combo Rangers: Somos Heróis, por Igor Pontes

Quero começar esse texto dizendo o quão eu sou fã do trabalho e da perseverança do Fábio Yabu. Para mim ele é um dos autores de maior criatividade na literatura brasileira atualmente. Queria dizer que me sinto em débito comigo mesmo por não ter apoiado o projeto no Catarse, mas infelizmente na época meu cartão estava com problemas, mas isso não é o assunto.




O Assunto é essa excelente Graphic Novel (gosto de chamá-la assim) que eu tive o prazer de comprar ontem na Bienal. Esse encadernado me fez mais uma vez acreditar que Heróis existem. Me fez lembrar da época ainda que eu tinha conexão discada e tinha que aproveitar cada minuto para ler os capítulos dos Combo Rangers.

O Álbum é um trabalho que eu vejo que é algo feito realmente para retribuir o carinho e o apoio que os fãs deram ao Yabu. E com certeza é uma grande joia dentro do Universo dos Combos Rangers. Todas as referências aos Super Sentais, a animes (que aliás, a referência a Dragon Ball Z é genial) e até mesmo ao universo do Jovem Nerd estão lá. E não são gratuitas, são sempre bem encaixadas e fazem parte do contexto da obra.



A arte está sensacional, assim como a história. Apesar de ser uma história com um enredo totalemente novo ela traz novas interpretações de cada personagem, e ao mesmo tempo um pouco de nostalgia, vendo alguns personagens clássicos do “Comboverso”, como o Sidekick do Cardman, Deck.

A trama em si é algo básico dos Combo Rangers, o que não quer dizer que seja ruim. Satan Boss (Pois é, mais uma excelente referência) tenta tomar nosso pequeno planeta Azul para simplesmente se aproveitar da força de vontade e dos sonhos dos humanos, que segundo o próprio é tão forte que chega a ser ameaçadora. Todos os personagens clássicos dos Combo Rangers estão ali em sua essência, sem mudar nada. Até tinha visto uma resenha dizendo que alguns personagens não foram aprofundados.

Mas precisa aprofundar algo que você já conhece tão bem desde a sua infância ou adolescência? ¯\_(ツ)_/¯

Essa renovação da franquia dos Combo Rangers pra mim é algo que não só traz a roupagem clássica dos personagens com algumas inovações, mas como também é um novo começo para os heróis. Um recomeço que para mim é tão emocionante que sinceramente, não encontro palavras para descrever.

Acho que o Prefácio que é escrito pelo Fábio Yabu sintetiza tudo aquilo que nós, que somos fãs do trabalho dele, sentimos. Os Combo Rangers não precisam de um ar “sombrio”. Os Combo Rangers são a luz da esperança, e quanto mais eles brilharem, melhor o mundo será.

Sou grato por essa incrível revista que o Yabu nos proporcionou. Ela mostra que quando as pessoas querem acreditar, elas vão lá e conseguem. Os Combo Rangers são o símbolo da perseverança e do caminho que o Yabu percorreu como autor. Mesmo que não aparente, os Combo Rangers sempre estiveram entre nós, seja na lembrança de quem curte, seja na insistência dos fãs para o Yabu continuar a franquia.

Por isso eu gostaria de agradecer ao Fábio Yabu, Michel Borges e a todos os envolvidos por terem conseguido trazer de volta esses heróis que são tão queridos e tão importantes para todos nós.


Agora, estou no aguardo do segundo álbum dessa história que promete melhorar ainda mais. 

E a partir de hoje, eu voltei a acreditar em Heróis. :)

comments powered by Disqus

Copyright @ 2013 HQFan Beta.

Distributed By Blogger Themes | Designed by Templateism | MyBloggerLab