11 de mai de 2013

HQFan Contra os Transtornos de Ansiedade


Ok, se você já viu Homem de Ferro 3, sabe que Tony Stark vem tendo ataques de pânico quando lembra do ocorrido em Nova York, sua luta junto aos Vingadores, ver alienígenas, atravessar um buraco de minhoca, quase morrer e ser acordado pelo grito do Hulk. No filme, a coisa parece um pouco menos séria do que ela realmente é.



"Ah, como você sabe? Viu o Dr. Dráuzio Varela no Fantástico falando sobre isso?" Não. Na verdade, devido ao estresse e muito trabalho, eu (Renan Ishin, o autor do blog), desenvolvi o mesmo tipo de problema, que se manifestou em ataques de pânico. Não é difícil dividir isso com vocês, ainda mais agora que um dos maiores super heróis da Marvel tem o mesmo problema que eu (ao menos em boa parte do filme). Este post é com o propósito de ajudar você, leitor do blog e ouvinte dos podcasts, a procurar ajuda caso tenha o problema e também a identificar princípios de ansiedade exagerada que possam levar ao problema. Como diz (o ditado): "melhor prevenir do que remediar".

Se você possui algum transtorno de ansiedade, tenho duas indicações pra você:
1-Procure um psiquiatra ou um psicólogo
2-Leia o livro "Acabe com a Ansiedade Antes que Ela Acabe com Você" (está final do post). Alguns trechos deste post são tirados do livro.

O Que São Transtornos de Ansiedade?

Transtornos da ansiedade diferem da ansiedade normal por serem mais intensos (por exemplo, os ataques de pânico do nosso amigo Tony Stark), mais duradouros (persistem por meses em vez de passar logo após o fim da situação de estresse) ou por gerar fobias que interferem no dia-a-dia. Os transtornos que vou listar são os mais comuns e são todos identificados por profissionais da área de psiquiatria. São chamados de transtornos específicos:

1-Transtorno de Pânico
O transtorno de pânico é marcado por episódios de ansiedade intensos, agudos e repentinos que parecem surgir do nada. Tais episódios acontecem ao menos uma vez por mês e você teme a ocorrência de episódios adicionais a qualquer momento. Frequentemente, os ataques de pânico são acompanhados por medos irracionais, como medo de um ataque cardíaco, de adoecimento súbito ou de enlouquecer. Nesse estado, a sensação de pânico pode ser aterrorizante.

2 - Agorafobia
A agorafobia é caracterizada pelo medo de ter um ataque de pânico em situações percebidos como inseguros ou de onde seria difícil escapar (tais como dirigir em uma via congestionada ou esperar na fila de um caixa no supermercado). Tais temores levam à tentativa de evitar uma ampla gama de situações.

3 - Transtorno de Ansiedade Social (fobia social)
A fobia social é um temor exagerado de passar vergonha ou ser humilhado quando exposto à avaliação de outros. É comum evitar tais situações parcial ou totalmente. Você pode sentir medo de ir à reuniões de trabalho, de falar à frente de uma sala de aula, de ir a festas ou eventos sociais, conhecer pessoas novas ou até mesmo usar banheiros públicos. O medo pode assumir várias formas.

4 - Fobia específica 
A fobia específica é um grande medo de um objeto ou situação em particular, como aranhas, água, trovoadas, elevadores ou voar.

5 - Transtorno de Ansiedade Generalizada
O transtorno de ansiedade generalizada caracteriza-se por ansiedade crônica por no mínimo 6 meses e compromete dois ou mais aspectos ou atividades, tais como trabalho e saúde.Sintomas psicológicos como tensão muscular e taquicardia (batimento cardíaco acelerado) são comuns. Não se manifesta como ataques de pânico ou fobia.

6 - Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)
O transtorno obsessivo compulsivo é caracterizado por pensamentos repetitivos que não saem da mente e/ou compulsões (rituais para aliviar a ansiedade) tão intensos que consomem muito tempo ou causam uma angústia pungente. Lavar as mão insistentemente ou checar repetidas vezes uma mesma coisa são sintomas comuns desse tipo de transtorno.

7 - Transtorno de Estresse Pós-Traumático
O transtorno de estresse pós traumático caracteriza-se por ansiedade e outros sintomas persistentes (como flashbacks e entorpecimento emocional) após um trauma muito intenso e agudo (como um desastre natural, assalto, estupro ou acidente). Pode ocorrer também após se presenciar um evento que leve à morte ou lesão de outra pessoa.

Os critérios para o diagnóstico dos transtornos de ansiedade específica foram estabelecidos pela Associação Americana de Psiquiatria e estão listados em manual de diagnóstico bastante conhecido e usado por profissionais da área de saúde mental chamado DSM-IV (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais).

Como eu Estou Tratando
Essa é a parte mais pessoal do post. Eu não sabia, mas estava com a musculatura enrijecida há bastante tempo, depois surgiram tiques, então com os meses passei sentir falta de ar e não sabia bem o motivo. Nesta época, eu tinha uma  escola de desenho e minha sócia, por sorte, é psicanalista e identificou quando tive meu primeiro ataque de pânico. Eu não sou mais sócio da escola, mas sou muito grato a ela por identificar o problema e me incentivar a procurar um psiquiatra e um psicólogo. Fiz isso e estou apresentando melhoras já na metade do tratamento. Mas é importante que, por mais que os médicos sejam bons, quem está travando essa luta contra a parte irracional da sua mente é você.

Eu tive esse problema por excesso de trabalho, problemas familiares, uma namorada pentelha e outras coisas chatas, tudo ao mesmo tempo. Por trabalhar demais em diversos projetos, eu acabei não tendo válvula de escape. Então o meu conselho é: sua saúde, sua vida... isso é o que importa. Então mantenha a cabeça no lugar e relaxe. Relaxe.Então aí vai a minha dica ANTES QUE OS PROBLEMAS ELES CHEGUEM: A vida é feita de inspiração e respiração. Você se enche de ar e depois esvazia. E o ciclo segue sem problemas. Imagine se você só se enchesse de ar, sem ter para onde mandá-lo! Você certamente ia explodir ou ter sérios danos. Então trabalhe, descanse, cuide da sua família, se alimente, durma bem e mantenha o ciclo. Faça como um mergulhador sem material de mergulho: sempre dê um pulinho na superfície pra respirar.

Uma coisa bem legal é o yoga. Estou praticando há um mês e, como trabalha a respiração, acaba te fazendo relaxar meio que "sem querer" e te ajuda a se manter tranquilo.

Essa dica é pra evitar que alguns desses problemas apareçam. Mas se apareceram ou estão começando a surgir, procure ajuda imediatamente. Não perca tempo!

Espero muito, muito sinceramente ter ajudado ou que este post possa ajudar alguém próximo a você.

Se quiser bater um papo sobre isso, deixe nos comentários ou mande um e-mail pra mim:
laboratoriodquadrinhos@hotmail.com (com "d" mudo mesmo) e o assunto HQFan contra o TA.

Renan Ishin teve crise de ansiedade no cinema enquanto assistia Vingadores, tamanha emoção.

Visite também a página do Dr. Dráuzio Varela falando sobre Síndrome do Pânico clicando AQUI
Leia o livro "Acabe com a Ansiedade Antes que Ela Acabe com Você"

comments powered by Disqus

Copyright @ 2013 HQFan Beta.

Distributed By Blogger Themes | Designed by Templateism | MyBloggerLab