22 de mai de 2013

Hey, hey, hey! Eu sou o Rei dos Lutadores!

A maior e melhor série de jogos criada na época dos fliperamas! Faz tempo...


É isso ai pessoal, na verdade falaria de algo muito importante como isso aqui. Mas como no contrato que fui enganado e assinei diz que hoje é dia dos posts sobre jogos, vamos nessa.
Então vamos falar da série de jogos mais maneira que foi criada na década de noventa, época dos fliperamas. Isso mesmo, esse post é sobre The King Of Fighters.


The King of Fighters (O Rei dos Lutadores), ou KOF, é uma série de videogames de lutas em 2D com características de animes e mangás, produzidas pela SNK inicialmente em 1994. A série combina elementos e personagens de outras séries e videogames também produzidos pela SNK: Fatal Fury e Art of Fighting. E também introduz personagens de jogos produzidos pela mesma nos anos 80: Ikari Warriors, Athena e Psycho Soldier.


Como eu já disse, a série era principalmente uma junção de jogos como Fatal Fury e Art of Fighting, que sozinhos, já eram muito bons, mas o KOF trouxe eles para um patamar acima, pois quem nunca imaginou quem ganharia a luta entre o Terry Bogardi e o Ryo sakazaki. E o jogo se destacou pois acredito que foi o primeiro a lançar o modo de "trio" de lutadores, você poderia escolher três personagens ao invés de um, o que tornava o jogo mais emocionante e uma probalidade menor de você perder sua tão suada ficha (nos anos 90, ter uma ficha de fliperama sobrando, fazia de você quase um rei). Mais "ibágens":







E outra grande sacada do KOF, foi que apesar de reunir jogadores de outros jogos, ela tinha sua própria linha de histórias. E como não poderia deixar de ser, tinham seus "vilões" e seus "heróis". Os principais eram Yori Yagami (vilão) e Kyo Kusanagi (herói), aliás o Kyo tinha um dos golpes especiais mais maneiros, bem pelo menos o que eu entendia quando ele gritava era "Maguinokinda". Era show. Fora o especial de Robert Garcia, que eu não vou pagar o mico de tentar escrever aqui, mas quem jogou, já falou muito.






Minha opinião? Bem, quando eu morava no Rio, sempre ficava na expectativa de lançar um novo jogo da série. Eu lembro que um dos primeiros lugares a chegarem os novos jogos era numa loja de games no bairro de Olaria, mas como sempre ficava muito cheio, eu ia mais pra olhar. E incrivelmente depois de lá, os novos jogos chegavam nos fliperamas dos morros cariocas. Ai sim, dava pra eu ir escondido da coroa e jogar nas máquinas. Bons tempos. E não tinha problema, pois sempre que perguntavam quem eu era, eu mostrava...




Tem que respeitar, meu camarada! rsrsrssrsrs

comments powered by Disqus

Copyright @ 2013 HQFan Beta.

Distributed By Blogger Themes | Designed by Templateism | MyBloggerLab