3 de dez de 2012

Contagem Regressiva 11...10...9...


Fala Nerdaiada, estamos no esquenta do filme mais Phodalh@stico do planeta: O Hobbit – J.R.R.Tolkien.

“O mundo está dividido entre aqueles que já leram O Hobbit e O Senhor dos Anéis e aqueles que ainda não leram.”
The Sunday Times


“Um dos livros mais influentes de nossa geração.”
The Times


O que falar de algo que está sendo falado aos quatro cantos do planeta e não se tornar repetitiva?
Um bom filme se constrói por N coisas: história, fotografia, direção, atores, figurinos, efeitos especiais, maquiagem e etc...
Uma coisa que nos arremete automaticamente a determinado filme, é a trilha sonora! A ligação da cena com a canção forma uma excelente experiência para o espectador.  E não podíamos deixar  passar batido essa, em especial.

“...A escuridão encheu toda a sala, o fogo se extinguiu, as sombras se perderam e, ainda assim, continuaram tocando. E, de repente, primeiro um, e depois outro, começaram a cantar enquanto tocavam, o canto grave dos anões das profundezas de seus antigos lares; e este é como um fragmento de sua canção, se é que pode ser como uma de suas canções sem a sua música...”



Lyrics: Misty Mountains Cold


Far over the Misty Mountains cold,
To dungeons deep and caverns old,
We must away, ere break of day,
To seek our pale enchanted gold.

The dwarves of yore made mighty spells,
While hammers fell like ringing bells,
In places deep, where dark things sleep,
In hollow halls beneath the fells.

For ancient king and elvish lord
There many a gleaming golden hoard
They shaped and wrought, and light they caught,
To hide in gems on hilt of sword.

On silver necklaces they strung
The flowering stars, on crowns they hung
The dragon-fire, on twisted wire
They meshed the light of moon and sun.

Far over the Misty Mountains cold,
To dungeons deep and caverns old,
We must away, ere break of day,
To claim our long-forgotten gold.

Goblets they carved there for themselves,
And harps of gold, where no man delves
There lay they long, and many a song
Was sung unheard by men or elves.

The pines were roaring on the heights,
The wind was moaning in the night,
The fire was red, it flaming spread,
The trees like torches blazed with light.

The bells were ringing in the dale,
And men looked up with faces pale.
The dragon's ire, more fierce than fire,
Laid low their towers and houses frail.

The mountain smoked beneath the moon.
The dwarves, they heard the tramp of doom.
They fled the hall to dying fall
Beneath his feet, beneath the moon.

Far over the Misty Mountains grim,
To dungeons deep and caverns dim,
We must away, ere break of day,
To win our harps and gold from him!


Para além das montanhas nebulosas, frias,
Adentrando cavernas, calabouços cravados,
Devemos partir antes de o sol surgir,
Em busca do pálido ouro encantado.

Operavam encantos anões de outrora,
Ao som de martelo qual sino a soar
Na profundeza onde dorme a incerteza,
Em antros vazios sob penhascos do mar.

Para o antigo rei e seu elfo senhor
Criaram tesouros de grã nomeada,
As Pedras Plasmaram, a luz captaram
Prendendo a nas gemas do punho da espada.

Em colares de Prata eles juntaram
Estrelas floridas; fizeram coroas
De fogo-dragão e no mesmo cordão
Fundiram a luz do sol e da lua.

Para além das montanhas nebulosas frias,
Adentrando cavernas calabouços Perdidos
Devemos partir antes de o sol surgir
Buscando tesouros há muito esquecidos.

Para seu uso taças foram talhadas
E harpas de ouro. Onde ninguém mora
Jazeram Perdidas e suas cantigas
Por homens e elfos não foram ouvidas

Zumbiram Pinheiros sobre a montanha,
Uivaram os ventos em noites azuis.
O fogo vermelho queimava Parelho,
As árvores-tochas em fachos de luz.

Tocaram os sinos chovendo no vale,
Erguiam-se Pálidos rostos ansiosos.
Irado o dragão feroz se insurgira
Arrasando casas e torres formosas

Sob a luz da lua furavam montanhas
Os anões ouviram a marcha final
Fugiram do abrigo achando o inimigo
E sob seus pés a morte ao luar.

Para além das montanhas nebulosas frias,
Adentrando cavernas calabouços perdidos
Devemos partir antes de o sol surgir,
Buscando tesouros há muito esquecidos.

Tradução retirada do livro O Hobbit


Beijos e até a próxima...Sandra Mel

comments powered by Disqus

Copyright @ 2013 HQFan Beta.

Distributed By Blogger Themes | Designed by Templateism | MyBloggerLab